Na última quinta-feira, a ABC participou, a convite da Rede de Biodiversidade da Confederação Nacional das Indústrias/CNI, da reunião que debateu pela primeira vez a responsabilidade pela repartição de benefícios da biodiversidade brasileira pelo fabricante quando existe a relação entre as marcas e as indústrias de terceirização.
 
Participaram da reunião pela ABC Antonio Celso da Silva (Diretor), Luiz Marinello (Advogado) e Eliana Guerreta (Consultora). Também estiveram presentes representantes de terceiristas, fornecedores de matérias-primas, indústrias de produtos acabados e entidades do setor.
 
Em seu discurso, Antonio Celso reforçou que a ABC participa desde o início das discussões do Ministério do Meio Ambiente sobre o CGen por intermédio do Diretor da Associação Luiz Gustavo Martins Matheus (in memoriam) e que, desde 2013, quando publicada a lei, atua ativamente junto ao setor realizando encontros com seus associados para esclarecer dúvidas, tendo promovido diversos cursos e palestras para tal fim. Acrescentou que no dia 21/05, aconteceu o Pré-Congresso da ABC na sede da Associação, cujo tema central foi a abordagem dos impactos da legislação da biodiversidade no qual esteve presente Rafael de Sá Marques, Presidente do CGen, que ouviu atentamente as considerações levantadas pelos empresários terceiristas sobre as peculiaridades que regem as relações de terceirização-marca.
 
A ABC compilou as principais dificuldades e dúvidas dos terceiristas associados e o Diretor da Associação apresentou na reunião do CNI esclarecendo também as principais características dos tipos de contratos existentes para tais casos. 
 
Cumprindo seu papel, a ABC manterá seus associados informados sobre os avanços da discussão.
 
Associação Brasileira de Cosmetologia
Área Técnica
ABC - Associação Brasileira de Cosmetologia
Rua Ana Catharina Randi, 25
Jd.Petropolis
São Paulo – SP
CEP: 04637-130
Fone: +55 (11) 5044-5466
COMO CHEGAR