A história da dança tem sido cheia de inovação, desde as primeiras criações de balé de Jean Georges Noverre, a dança moderna de Isadora Duncan, Martha Graham, Rudolph Nureyev e Pina Bausch até as interpretações modernas de Yanis Marshal, finalista da Britain’s Got Talent. A aclamada revista Science lançou durante alguns anos o concurso "Dance your PhD", no qual os candidatos podem traduzir em dança o tema do seu trabalho de tese em áreas como química, física, biologia e outras. Como parte de um desenvolvimento recente, nosso objetivo foi criar uma fragrância genderless inspirada na arte da dança.
 
A tendência Genderless é explicada porque estamos diante de uma mudança cultural, uma vez que os limites entre o feminino e o masculino começam a ser apagados. É claro que a sociedade está enfrentando uma mudança de mentalidade, podemos dizer que estamos em uma era de pluralidade. Somos todos seres humanos e não queremos rótulos. Novas gerações estão quebrando as normas de gênero.
 
 
Essa tendência está presente nas comunicações, já que vemos novos aplicativos com esse conceito, em alimentos e bebidas, por exemplo, no ano passado uma cerveja foi lançada com um conceito gender-free, na música e especialmente na moda, qual tem sido a categoria que mais impulsionou essa tendência.
 
Em cosméticos, a perfumaria é a categoria que mais se envolveu com essa tendência e vemos termos cada vez mais comuns, como genderless, gender-free e genderfull. É interessante ver como a tendência começa a decair para outras categorias, como skin care, personal care e maquiagem. As previsões das casas de tendências são de que a beleza gender-neutral ganhará muita participação de mercado.
 
Qual é o papel da inovação baseada em neurociência nesse contexto? Foi apresentada uma nova metodologia desenvolvida com eye-tracking que permite avaliar a preferência sobre um produto utilizando a técnica de concordância / discordância [1]. Essa metodologia foi aplicada para selecionar a nota olfativa de um perfume que mais se aproximava do conceito genderless. Neste trabalho, um painel de 62 voluntários participou, incluindo homens e mulheres heterossexuais, gays, lésbicas e transexuais. Para desenvolver a calibração, um modelo de andrógeno foi convidado a participar e após uma sessão de maquiagem e desenho capilar, havia 6 imagens em que o modelo tinha uma abordagem sem gênero, masculina e feminina. Com essas imagens, foi elaborada a metodologia de concordância e coerência para a avaliação de perfumes.
 
 
A tradução do perfume genderless selecionado foi apresentada graças à aplicação da eletroencefalografia. A criação ficou a cargo de Jaime Rincón, famoso dançarino colombiano, finalista do concurso "dancing with the stars" na Colombia.
 
John Jiménez, Mauricio Guzmán
Conferência apresentada no 31º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, São Paulo, 24 de maio de 2018.
 
Observações
[1] Guzmán, M; Jiménez, J. Intersecting the Senses: Synesthesia to Connect Cosmetics with Emotion. Cosmetics & Toiletries, Vol 133, No 3, March 2018, 32-51 p.
 
Fonte: Brazil Beauty News
ABC - Associação Brasileira de Cosmetologia
Rua Ana Catharina Randi, 25
Jd.Petropolis
São Paulo – SP
CEP: 04637-130
Fone: +55 (11) 5044-5466
COMO CHEGAR